Mobilidade Urbana e Desigualdade Social: Um estudo sociológico dos deslocamentos no sentido bairro centro da cidade de Santarém-Pa

Brissa M. Oliveira, Sérgio Castro Gomes, Maisa Sales Tobias, Eugênia Rosa Cabral, Felipe Oliveira, Adalrlileno Lucio Duarte

Resumo


O presente trabalho se propõe a analisar a relação entre a condição socioeconômica da população e os tipos de deslocamentos que as pessoas realizam no espaço urbano da cidade de Santarém para atingir o centro urbano. Os dados utilizados para subsidiar as análises foram obtidos a partir de pesquisa amostral junto aos indivíduos que se encontravam realizando o deslocamento no sentido bairro-centro da cidade. A desigualdade social foi representada pela renda nominal do entrevistado. As variáveis escolhidas para representar a mobilidade dos residentes na cidade de Santarém foram: modo de descolamento, motivo da viagem, frequência de deslocamento e duração da viagem, todas classificadas como qualitativas nominais. O método estatístico utilizado para medir o grau de associação ou relação entre as variáveis nominais foi o Coeficiente de Contingência C. O nível de significância estatística α estabelecido foi de 5,0% e a estatística do teste o Qui-Quadrado. Os resultados da pesquisa mostram haver evidência estatística, em nível de significância de 5%, da relação entre a variável faixa de renda, representativa da desigualdade, e a mobilidade, representada pelas variáveis, modo do deslocamento, o motivo e a frequência.


Palavras-chave


Deslocamentos; Transportes; Espaço Urbano; Desigualdade Social.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Classificação Qualis CAPES - B3 (Administração, Ciências Contábeis e Turismo)

B4 (Interdisciplinar)

ISSN: 2238-8893